segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Um dia começou uma construção, Vivo essa construção...Eu sou essa eterna construção!


O ser humano tem a necessidade quase frenética de rotular seu próximo e atribuir caracteristicas a sua espécie, eu prefiro desacreditar nessa forma de relacionamento e entender que vivemos uma eterna construção.

Sou Lucas Oliveira, Jovem, educador popular que luta pela soberania dos povos e emancipação da natureza na construção de um mundo ecossocialista: sustentável, justo, eqüitativo, libertário e ambientalmente sadio,contribuindo para o despertar de uma consciência critica e transformadora na perspectiva da superação do sistema capitalista, por um mundo sustentável, livre de toda forma de opressão. 

Dificil? Impossivel? Mudança? Utopia? Outro mundo é possivel? Sustentabilidade? Juventude? Qual meu papel? o que posso fazer? Foram questionamentos semelhantes a esse que me levaram a entender o meu papel enquanto jovem e sujeito histórico de construção nesse planeta. Minha história junto aos movimentos sociais e ao trabalho junto as comunidades começou em 2005 a partir da realização da Conferência Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente (CNIJMA).

Querendo debater profundamente Educação Ambiental e a grave crise ambiental planetária, enquanto questão social e politica,  resolvi somar forças com outros grupos de Juventude, na qual hoje faço parte do Coletivo Jovem pelo Meio Ambiente do Ceará, da Juventude Alternativa Terrazul, da REJUMA/Rede Nacional de Juventude pelo Meio Ambiente e Sustentabilidade, do Conselho Municipal de Juventude de Fortaleza e da REJUPAM/Rede Juvenil do Patrimonio Mundial. Desenvolvo trabalhos de Educação Ambiental com jovens e comunidades em situação de vunerabilidade, procurando entender suas peculiaridades e necessidades frente aos desafios propostos e os problemas sociais, levando em conta suas realidades locais.

Um comentário:

  1. Olá Lucas!

    Sou o Rafael, sou Guerreiro de 2007, e também estive na Confint este ano. Nos falamos em um dos ultimos dias por lá. Eu estava indo pra Fortaleza.

    Força nesse caminho!
    Precisando de alguma coisa, estamos aí!

    ResponderExcluir